Início » Tapioca, a queridinha do momento!

Tapioca, a queridinha do momento!

Tapioca, a queridinha do momento!

Por: Dani Christoffer

Livre de glúten e gordura, a tapioca ganhou fama no Brasil. Mas é preciso cautela no consumo, pois a queridinha das dietas tem bastante carboidrato e o segredo está nos recheios.

A tapioca, ou o beiju é uma iguaria tipicamente brasileira, descoberta pelos povos indígenas e é muito comum de ser encontrada nas regiões norte e nordeste do país. Só que agora o sucesso dela é nacional. Por não ter glúten e ser eleita uma das principais substitutas do pãozinho de sal, ou francês. A tapioca já conquistou todas as regiões do Brasil.

Um produto derivado da macaxeira (aipim), que ao ser levado ao fogo, se transforma num tipo de panqueca ou crepe seco.
Possui em média 240 calorias por 100 gramas de goma, fornecidas praticamente pelos carboidratos de alto índice glicêmico. Ela é pobre em fibras e tem baixo teor de nutrientes: (3% de cálcio, 1% de magnésio, menos de 1% de ferro e isenta de sódio). Explica a nutricionista Cláudia Lima.

Falou em dieta, falou em Tapioca, né? Mas será que ela ajuda mesmo a emagrecer? Pelo alto teor de carboidrato, é considerada fonte de energia e pode se encaixar muito bem em uma dieta de emagrecimento, mas desde que seja consumida de forma moderada e com adição de fibras como: Chia e linhaça. Quanto a substituir o pãozinho de todo dia, a nutricionista Cláudia Lima acha que não há problema, mas é bom variar também com outros carboidratos como: pão integral, granola e aveia. Assim a dieta não fica monótona!

E atenção para os recheios! Esse é o segredo da tapioca!

Nada de escolher recheios deliciosos mas gordurosos como: queijo de coalho, manteiga de garrafa, coco ralado, leite condensado. A dica é optar pelo queijo cottage, ovos mexidos, geléias naturais, óleo de coco etc.

A nutricionista explica que a tapioca pode ser uma boa pedida antes das atividades físicas por causa da quantidade de carboidrato. Mas, o ideal é associar sempre a uma fibra e escolher um recheio que tenha uma boa fonte de gordura como: azeite, óleo de coco, pasta de amendoim ou cacau, que ajudam a reduzir o alto índice glicêmico da tapioca, capaz de causar queda de energia durante os treinos.

A tapioca não tem restrição, mas no caso do diabetes, o consumo deve ser feito com cuidado e sob orientação. Sempre consulte o seu médico de confiança.

Como preparar a Tapioca? Veja as Dicas!!

  • PARA PREPARAR A TAPIOCA, VOCÊ VAI PRECISAR DE UMA FRIGIDEIRA RASA E UMA PENEIRA.
  • SEPARE 2 COLHERES DE SOPA BEM CHEIAS DE GOMA E PENEIRE A METADE, JÁ 
  • NA FRIGIDEIRA, ESPALHANDO A GOMA SOBRE TODO O FUNDO DA FRIGIDEIRA, DE FORMA UNIFORME.
  • POLVILHE UM PUNHADO DE SEMENTE DE CHIA OU DE FARINHA DE LINHAÇA, 
  • POLVILHE UM POUCO DE SAL MARINHO E CUBRA COM A OUTRA METADE DA GOMA.
  • QUANDO AS BORDAS COMEÇAREM A SOLTAR, VIRE A TAPIOCA, DEIXE SOLTAR COMPLETAMENTE DA FRIGIDEIRA E COLOQUE EM UM PRATO. ESSA É A BASE DE TODAS AS TAPIOCAS.                    

 

SUGESTÃO DE RECHEIOS LEVES:

  • QUEIJO DE BÚFALA EM RODELAS E TOMATE SEM SEMENTE PICADOS COM 1 FIO DE AZEITE E MANJERICÃO.
  • PASTA DE FRANGO DESFIADO COM CHEIRO VERDE E  MAIONESE DE TOFU.
  • PEITO DE FRANGO DESFIADO COM AZEITONAS PICADAS E CREME DE RICOTA OU REQUEIJÃO LIGHT.
  • OVOS MEXIDOS COM REQUEIJÃO LIGHT, TOMATE PICADO, SALSINHA OU CEBOLA.
  • QUEIJO E TOMATE. MUSSARELA LIGHT E RICOTA E RODELAS DE TOMATE. E AINDA PODE FINALIZAR COM MANJERICÃO FRESCO.
  • ATUM. MISTURE O PEIXE, QUE É FONTE DE ÓMEGA-3, COM  MAIONESE LIGHT E SALSINHA.
  • ABOBRINHA COM COTTAGE. ASSE A ABOBRINHA ANTES DE RECHEAR.
  • BANANA ASSADA NO MICRO ONDAS (CORTE EM RODELAS NÃO MUITO FINAS E ASSE POR 30 A 40 SEGUNDOS NO MICRO ONDAS E POLVILHE COM CANELA E UMA POUQUINHO DE CACAU) – USE NO RECHEIO DA TAPIOCA.

Que delícia né? Dá até água na boca. Diversifique nos recheios e saboreie essa delícia que veio turbinar nossa dieta. 

Se cuide!