Você conhece o HIIT e o Funcional?

Na internet, quando você pesquisa os treinos que estão em alta, muito provavelmente encontrará, no resultado da busca, informações sobre HIIT e Funcional. Ambos são os queridinhos do momento. Mas, por quê?

“Os resultados que eles trazem são bem notáveis e o melhor: podem ser realizados em casa, sem aparelhos, basta ter as instruções adequadas para realizar os movimentos”, afirma o treinador Marcelo Capella.

Isso porque o próprio peso do corpo é a principal ferramenta para que os movimentos dessas duas categorias de exercício deem resultados.

Diferenças entre os treinamentos HIIT e Funcional

Apesar de estarem em uma mesma categoria, o treinamento HIIT e o treinamento funcional possuem diferenças. Entenda abaixo:

Treinamento HIIT

O treinamento HIIT (High Intensity Interval Training) é um treino de curto período e alta intensidade, seguido de uma fase de recuperação, ou seja, um descanso. Ele teve origem nos esportes de resistência, mas depois passou a ser usado com o objetivo de perda de peso.

treino hiit e funcional

Sua maior vantagem é a realização de muitos exercícios em pouco tempo, o que a torna muito interessante para quem tem um dia agitado.

“O grande diferencial do HIIT é que ele é intensivo e precisa de pouco tempo para ser realizado. Bastam 15 a 20 minutos para um treinamento completo”, conta o personal. 

Treinamento Funcional

Já no treinamento Funcional, o treino é separado por estações, como se fossem blocos, que são percorridos em sequência. Existe um número estipulado para as repetições dos exercícios, além de uma pausa longa entre as séries. Assim como o HIIT, ele pode ser feito em casa e sem equipamentos. 

treino hiit e funcional

“A característica que mais chama a atenção nesse treino é que ele pode ser personalizado. Uma pessoa que está iniciando o funcional pode realizá-lo em uma intensidade menor do que a de um atleta ao nível avançado”, explica Marcelo. 

Principais benefícios para ambos os treinos

O HIIT aumenta a resistência, visto que a força o corpo irá utilizar mais oxigênio e acelera o metabolismo. Com o tempo, o corpo aprende, inclusive, a usar o oxigênio com mais eficiência. 

“A queima de gordura também é alta após o treino, já que o corpo permanece queimando gordura e calorias por até algumas horas”, lembra Capella.

treino hiit e funcional

Já o funcional tem como maior benefício aumentar o preparo físico para as atividades diárias e treinar vários grupos musculares de uma só vez. Melhora a flexibilidade, o equilíbrio, os condicionamentos muscular e cardiorrespiratório, melhora a coordenação motora e ainda ajuda no emagrecimento.

Cuidados necessários tanto no HIIT quanto no Funcional

Para iniciar a prática de qualquer atividade física é essencial consultar um médico. O caso do treinamento HIIT, por exemplo, não é indicado para pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, por acelerar o metabolismo

Já o treinamento funcional é muito adaptável por isso, não há tantas restrições. “Até mesmo idosos podem realizá-lo. Só é importante estar atento aos movimentos, que devem ser realizados corretamente para que não ocorram lesões”, aconselha o profissional.

Para ambos os treinos é importante não se esquecer do aquecimento para proteger músculos, tendões e articulações.

Se você gostou das duas opções, saiba que no aplicativo Kikos Fit é possível combinar treinamento HIIT e treinamento Funcional, com a ajuda de profissionais qualificados para que os movimentos, feitos corretamente, levem aos resultados esperados.

Clique no botão abaixo e comece a treinar!